Um breve adeus

15:51

A conversa que não tivemos, quero te pedir desculpas, pelo ocorrido sei que não deveria ter feito aquilo desligar o telefone como fiz, mas você me obrigou a fazer.

Bom, sei que eu estava atrasada, mas sei que aquilo me era muito importante, como também era importante pra você, estava saindo naquele momento que me ligou já tinha terminado o trabalho da faculdade, como disse já estava saindo sabia que você estava chateado pela sua voz ao telefone, mas você também não me compreendeu, sei que já brigamos muito e muitas vezes, mas isso significa que há sentimentos, se não, não me importava com você do jeito que me importo, sei que estava ansioso, sei que você fez de tudo naquele domingo por mim, ia me levar na sua casa, um avanço muito importante nas nossas vidas, pois vi naquele momento que você confiou em mim, muito legal da sua parte. 

Pela primeira vez na sua vida você cedeu pra mim, vi ali a esperança de um garoto que não conheço, ou que conheço, e que eu sempre esperei, o garoto que confiasse em mim. 

Meu querido, é com os olhos cheios de lágrimas que te digo, você é alguém que amo, mas ao mesmo tempo eu nem conheço direito, não sei teu passado se quer teu sobrenome, não sei nada da tua vida, queria simplesmente que fosse apenas o garoto, aquele que pela primeira vez na vida, tive a coragem de olhar e te entregar uma fitinha e sabia que era você... apenas você.

O que puxou conversa, quando eu mais precisava falar com alguém naquele navio, você não sabe o esforço que fiz só pra te oferecer aquilo, naquela noite, e eu te esperava e como eu te esperava e você veio... nossa porque não te conheci um dia antes?? 

Aquele final de semana se tornaria mais inesquecível do que já é hoje... Hoje, você é alguém muito importante na minha vida nem imagina o quanto... apenas queria que você me compreendesse, como sempre te pedi...Sei que você não tem o mesmo sentimento infelizmente...pois eu queria que você tivesse, ou será que tem mas não demonstra? São perguntas que eu apenas não posso responder.

Relatos de junho de 2011

You Might Also Like

4 comentários

  1. Sera que gostar de alguém tem que ser sempre tão confuso assim? Os sentimentos da garota do texto, que eu nem sei se é real ou não, fazem todo o sentido do mundo pra mim, que já vivi/passei por momentos bem parecidos e me senti assim tão bem/confusa/estranha tudo ao mesmo tempo...

    http://sentirodrama.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rhanna, verdade neh, amar nem sempre é fácil, o texto é meu,viu? E escrevi pra um garoto, que já não sente amor por mim :(

      Bjus

      Excluir
  2. É muito triste quando alguém que amamos, não sente mais nada por nós. Mas temos que pensar primeiramente na nossa felicidade, sofrer é normal não é fácil esquecer alguém, mas temos que mostrar para a outra pessoa que estamos bem, pois devemos amar a nós mesma primeiramente.
    Olá linda tudo bom?? Parabéns pelo seu blog adorei ele e já estou te seguindo.
    Tem vídeo novo no meu canal, seria muito bom se você pudesse clicar em GOSTEI para me ajudar, e se quiser receber mais informações é só se inscrever.
    E sempre que tiver novidades aqui no blog pode me avisar que eu volto.
    BeijOOs
    https://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=a7S6qRv58kU

    ResponderExcluir
  3. Oi Andressa obrigada pelas suas palavras, são de muito incentivos, as vezes nos só queremos uma palavra amiga, para amenizar tudo..Obrigada!

    ResponderExcluir

Popular Posts

Like us on Facebook

Formulário de contato